Áreas de Preservação Permanente (APP)

De: Secretaria de Meio Ambiente
Criado: 10 de outubro de 2019

As Áreas de Preservação Permanente – APP’s são áreas protegidas, nos termos da Lei Federal Nº 12.651/2012 (Código Florestal), cobertas ou não por vegetação nativa, com a função ambiental de proteger os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica e a biodiversidade, facilitar o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar o bem-estar das populações humanas.

A delimitação das Áreas de Preservação Permanente está prevista no artigo 4º do Código Florestal, e inclui: as margens de cursos hídricos naturais e de lagoas, as áreas entorno de nascentes e reservatórios artificiais, encostas com declividade superior a 45º, restingas, manguezais, topos de morros, dentre outras áreas.

 

Áreas de Preservação Permanente (em verde claro) no Morro do Moreno – APP de Encosta
(Baseado no Diagnóstico Ambiental do Morro do Moreno)
 
 
 
 
 
                            
 

Área de Preservação Permanente (área em verde) no entorno da Lagoa Grande na Ponta da Fruta
(Baseado no Plano de Manejo da APA da Lagoa Grande).
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Área de Preservação Permanente (área em verde) às margens do Rio Jucu.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Vegetação de Restinga (orla da praia de Itaparica)