​Prefeitura entrega ambulâncias e automóveis para assistência à saúde


De: Secretaria de Saúde
Texto: Gabriela Vescovi| Foto: Antônio Carlos
Criado: 18 de abril de 2022

Mesmo em uma semana de comemoração da Festa da Penha, a Prefeitura de Vila Velha entrega para a população 10 ambulâncias e 6 carros de passeio, a fim de realizar o deslocamento de munícipes que apresentam dificuldade na mobilidade física, impossibilitando o acesso ao transporte público ou convencional e necessitando do transporte sanitário para a locomoção aos tratamentos do Sistema Único de Saúde (SUS).

A entrega aconteceu nesta segunda-feira (18), em frente à Prefeitura, com a presença do prefeito Arnaldinho Borgo, da secretária de Saúde Cátia Lisboa e sua equipe da Subsecretaria Especializada, vereadores e deputados que trabalharam em prol de melhorias para a cidade. 

Na oportunidade, também aconteceu a inauguração da Central de Transporte Sanitário, que vai definir as diretrizes para condução de pessoas em tratamento de saúde pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que apresentam dificuldades de acesso aos serviços de transporte coletivo, por meio das Unidades de Saúde do município.

O prefeito Arnaldinho Borgo disse que os investimentos com transporte na saúde representam mais uma virada de página entre o passado e o mau atendimento, e o atual momento de humanização e respeito às pessoas da cidade. 

"Quando chegamos, o transporte entre unidades era feito por quatro ambulâncias sucateadas e as pessoas sofrendo por atendimento. Com a entrega das 10 novas ambulâncias, mais os seis veículos de transporte sanitário, chegaremos a 2,5 mil atendimentos por mês. Isso é respeito com as pessoas, cuidado com quem mais precisa, no momento de fragilidade da saúde, e respeito com as contas. Porque tudo que o cidadão quer é que seu imposto volte em serviço de qualidade", comentou o prefeito.

A secretária de Saúde, Cátia Lisboa, falou sobre a melhoria na assistência à saúde: “A partir de hoje, mais de 2.500 munícipes, que possuem dificuldades de mobilidade ou que precisam de transporte para fazer seus tratamentos, serão atendidos pelas ambulâncias ou veículos que compõem a frota de apoio à saúde do município”.

"Essa é uma entrega emblemática com apenas 15 meses de gestão do prefeito Arnaldinho, onde mais de 33 veículos são concedidos para ampliar o acesso da população que precisa dos serviços de saúde. Pensamos na integralidade do cuidado, promovendo a inclusão social, o acolhimento e o respeito aos vila-velhenses”, conclui a secretária.

A moradora do bairro Jockey de Itaparica, Beatriz Kruger, de 59 anos, acompanhou a entrega das ambulâncias: “Esses veículos estavam sucateados, não tinha nenhuma condição de circular na cidade. Agora, o atendimento para a população vai melhorar muito. O prefeito está fazendo um bom trabalho”, conclui.

Sobre as ambulâncias

As 10 novas ambulâncias constituem duas categorias: do Tipo A e do Tipo B, que serão utilizadas somente para aqueles que apresentam grau de dependência física (de acordo com os tipos de mobilidade para remoção eletiva), que os impossibilita de ter acesso aos serviços de transporte coletivo ou particular. As ambulâncias do Tipo B vão priorizar os atendimentos das Unidades de Saúde. 

Além disso, mais seis veículos de passeio foram adquiridos para potencializar a agilidade dos serviços de transporte para aqueles que estão realizando tratamento, como hemodiálise, quimioterapia e radioterapia.

Essa estrutura não substitui o socorro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) concedido pelo Governo Federal. Os novos veículos servem para prestar apoio às locomoções dos munícipes que precisam de atendimento em um local de maior suporte, estando estes nas Unidades de Saúde de Vila Velha, com destino aos Prontos-Atendimentos.

A Central de Transporte Sanitário

Esse sistema tem o objetivo de melhorar o fluxo dos transportes em saúde de munícipes. Com a Central de Transporte Sanitário (CTS), os formulários foram adequados, por meio de tecnologias da informação, facilitando e organizando a condução das transferências. A partir do acionamento, o transporte pode ser realizado com mais destreza.

Os munícipes residentes em Vila Velha que fazem tratamento em instituições vinculadas ao SUS podem solicitar o transporte pelo grau de dependência física (acamado, cadeirante e pacientes que identificam-se com dificuldade e/ou déficit de mobilidade), conforme avaliação e protocolo da equipe de saúde. A avaliação deve comprovar o comprometimento que impossibilita ter acesso aos serviços de transporte coletivo ou particular.

Para pedir pelo CTS, o cidadão precisa se dirigir até a Unidade de Saúde Básica (UBS) mais próxima de sua residência, com antecedência mínima de 72 horas úteis, com os seguintes documentos:

• Documentos Pessoais: Identidade, CPF e Cartão do SUS;
• Comprovante de Residência;
• Três contatos telefônicos atualizados;
• Pedido de solicitação médica.



SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO