Projeto de mediação escolar da Rede vence premiação nacional


De: Secretaria de Educação, Secretaria de Gabinete
Texto: Érico Miranda| Foto: TJES
Criado: 07 de julho de 2020

O projeto “Mediação Escolar e Justiça Restaurativa”, realizado pela Prefeitura em parceria com a 1ª Vara da Infância e Juventude de Vila Velha, foi um dos três vencedores, em todo o país, da categoria “Protagonismo” (para boas práticas) da Fundação Abrinq, que também concedeu, na última semana, o selo de Prefeito Amigo da Criança ao município.
 
Quase 6 mil pessoas (alunos, profissionais da Educação, pais ou responsáveis) ligadas a 44 Unidades da Rede Municipal de Ensino são contemplados com o projeto, instituído em 2017.
 
O trabalho tem por objetivo principal promover a redução do número de conflitos no ambiente escolar, com a utilização de práticas restaurativas. A ação conta com a participação dos Conselhos Tutelares da cidade, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Vila Velha (COMCAVV).
 
“A promoção de uma cultura de paz é de suma importância no processo educacional dos alunos. Promovemos a instalação de Núcleos de Práticas Restaurativas e formações para estudantes e profissionais da Rede de Ensino”, afirma o secretário municipal de Educação, Roberto Beling.
 
A juíza Patrícia Pereira Neves é a titular da 1 ª Vara da Infância e da Juventude. A magistrada também coordena as Varas da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJ-ES) e a 2ª Vara da Infância e Juventude, com o juiz Marcelo Soares Cunha. Além de Vila Velha, Volta Redonda (RJ) e Lins (SP) foram as outras cidades vitoriosas.

Saiba mais: Vila Velha recebe prêmio "Prefeito Amigo da Criança"


SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO