Vila Velha inteira vai receber iluminação de Led


De: Secretaria de Gabinete, Secretaria de Planejamento e Projetos Estratégicos
Texto: Vandique Magalhães e Gustavo Andrade| Foto: Comunicação/SECOMVV
Criado: 05 de junho de 2020

Mais eficiência, qualidade e melhoria no serviço de iluminação pública com a substituição de todas as 35 mil luminárias da cidade por tecnologia de Led em um prazo de um ano. Esses foram alguns dos pontos destacados pelo prefeito Max Filho, durante a live, na tarde desta quinta-feira (4), transmitida pelo canal do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

"No primeiro ano, toda a cidade será impactada com uma revolução luminosa. Os 35 mil pontos de iluminação estarão trocados. E o projeto contempla também as expansões. Vai ser um investimento muito importante, um salto de qualidade na iluminação pública da cidade. Nenhum bairro ficará de fora e isso é muito importante", afirmou Max Filho.

O bate-papo virtual que foi acompanhado pela imprensa local e nacional foi realizado para apresentação das experiências do BNDES com relação as Parcerias Público-Privada de iluminação pública no país, incluindo o case de Vila Velha, que está em processo de contratação da futura concessionária que vai modernizar todo o sistema.   

Max Filho ainda acrescentou que o impacto maior será na área de segurança e no bem-estar de toda população. "Num primeiro momento, o cidadão vai perceber maior sensação de segurança com a iluminação mais eficiente das vias e nos bairros. A redução da tarifa deve ser reavaliada a médio e longo prazo já que a empresa concessionária terá que fazer inicialmente um investimento de grande porte”, explicou.

Durante a live, o diretor de Infraestrutura, Concessões e PPPs do BNDES, Fábio Abrahão, também falou sobre os conceitos de cidade inteligente e telegestão. "A modelagem prevê um centro de controle operacional para monitorar a iluminação, se há alguma necessidade de troca de lâmpadas e para medir a eficiência do serviço. Isso faz parte da telegestão”, destacou.

E continuou: “Um dos requisitos técnicos para a melhoria na iluminação é deixar uma base que permita agregar ao sistema outras tecnologias globais, como por exemplo, a instalação de sensores inteligentes para a localização de espaços para estacionamentos em testes nos EUA. A gente cria outros elementos de exigência física para que esse tipo de ambiente possa ser implementado no futuro”, exemplificou.

O edital para contratação da futura concessionária de iluminação pública do município foi lançado na última sexta-feira (29). Já no dia 3 de agosto na B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), na Bolsa de Valores de São Paulo, está programada a sessão pública para abertura das propostas comerciais das licitantes e conhecer a vencedora do certame, que deverá assinar o contrato um mês depois, no dia 3 de setembro deste ano.

A PPP de iluminação pública do município foi modelada a partir do apoio técnico prestado pelo BNDES à Prefeitura de Vila Velha. Os investimentos da concessionária no projeto estão estimados em mais de R$ 110 milhões ao longo do período de contrato.

Também participaram do encontro virtual os secretários de Planejamento e Projetos Estratégicos, Ricardo Santos; de Obras, Luiz Otávio Machado de Carvalho; e o assessor do BNDES, Danilo Fariello, que fez a mediação da live.


SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO