Vocação para pesca

De: Secretaria de Desenvolvimento Econômico
Criado: 20 de novembro de 2013

Vila Velha possui 32 quilômetros de orla com importante vocação para o setor da pesca. O município tem cerca de mil pescadores e 548 embarcações cadastradas, tendo uma média mensal de 250 toneladas de pescado capturado.

As comunidades pesqueiras são as da Prainha, Praia do Ribeiro, da Costa, de Itapoã, de Itaparica, da Barra do Jucu e de Ponta da Fruta. Confira os principais projetos:

  • Mercado de peixe de Itapoã

Prevê a criação de uma estrutura que atenda os pescadores da colônia, com vistas a permanência da atividade de forma ordenada. Terá uma fábrica de gelo, ambiente para venda do pescado, restaurante, setor administrativo e centro de convivência. A execução depende de parceria com o Governo do Estado e Ministério da Pesca.

  • Projeto Atlântica - Recifes Artificiais

Prevê o uso de recifes artificiais marinhos para atender os pescadores que sofrem com a diminuição dos estoques naturais. Com isso, haverá um incremento da biodiversidade marinha e da produtividade pesqueira, contribuindo diretamente com a geração de trabalho e renda para pesca artesanal. Vai estimular a pesca esportiva e mergulho recreacional. O projeto está sendo realizado pelo SEBRAE em parceria com Arcelor Mittal e Prefeitura de Vila Velha.

  • Qualificação

Ofertar cursos para formação de novos pescadores, curso de prática com motor a diesel e elétrico, filetagem, artesanato, legislação pesqueira e de respeito ao meio ambiente.

  • Aumento da produção

Executar diferentes projetos de incentivo ao aumento da produção por meio de: unidade para venda do pescado e armazenamento do material da pesca de Itaparica; implantação de terminal de pesca em Ponta da Fruta; implantação de Barracão em Barra do Jucu; instalação de Píer e entreposto na Praia do Ribeiro; execução de projeto de píer na Prainha.