Funcionamento Microempreendedor Individual (MEI)
Nesta sexta (24) e segunda-feira (27), o atendimento do setor de Microempreendedor Individual será feito apenas no guichê de entrada da prefeitura. Os telefones 3149-7354/7355 também estão temporariamente desativados. O setor está fazendo modificações internas para melhor atender aos munícipes. O atendimento normal e os números voltam a funcionar na próxima quarta-feira (29).

Assistência Social - Serviços de convivência

Crianças sorrindo

Serviço de convivência e fortalecimento de vínculos - 0 a 6 anos

São desenvolvidas atividades com crianças, familiares e comunidade, para fortalecer vínculos e prevenir ocorrência de situações de exclusão social e de risco, em especial a violência doméstica e o trabalho infantil, sendo um serviço complementar e diretamente articulado ao PAIF. São desenvolvidos com gestantes e  nutrizes com atividades socioeducativas em grupo nos CRAS  do município.

Serviço de convivência e fortalecimento de vínculos - Criança e adolescente - 6 a 15 anos Entidades parceiras

As intervenções são pautadas em experiências lúdicas, culturais e esportivas como formas de expressão, interação, aprendizagem, sociabilidade e proteção social. Inclui crianças e adolescentes com deficiência, ou submetidos a outras violações, cujas atividades contribuem para re-significar vivências de isolamento e de violação de direitos, bem como propiciar experiências favorecedoras do desenvolvimento de sociabilidades e na prevenção de situações de risco social.

Entidades conveniadas:

Serviço de convivência e fortalecimento de vínculo - Projovem adolescente - 15 a 17 anos

As atividades abordam questões relevantes sobre a juventude, contribuindo para a construção de novos conhecimentos e formação de atitudes e valores que reflitam no desenvolvimento integral do jovem, devem desenvolver habilidades gerais, tais como a capacidade comunicativa e a inclusão digital de modo a orientar o jovem para a escolha profissional, bem como realizar ações com foco na convivência social por meio da arte-cultura e esporte-lazer.  As atividades serão desenvolvidas nos CRAS, no período vespertino e matutino. Os jovens são organizados em grupos, denominados coletivos, compostos por no mínimo 15 e no máximo 30 jovens. O coletivo é acompanhado por um orientador social e supervisionado por um profissional de nível superior do CRAS, também encarregado de atender as famílias dos jovens, por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Integral Á Família (PAIF).

Público-Alvo

Constitui-se, em sua maioria, de jovens cujas famílias são beneficiárias do Bolsa Família, estendendo-se também aos jovens em situação de risco pessoal e social, encaminhados pelos serviços de Proteção Social Especial do Suas ou pelos órgãos do Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Atividades desenvolvidas

Implantação dos coletivos nos CRAS, a partir de palestras socioeducativas no CRAS. 

As inscrições do Programa Projovem Adolescente serão realizadas nos CRAS das regiões:

  1. CRAS II – Região de Jardim Asteca;
  2. CRAS III – Região de Vila Garrido;
  3. CRAS IV – Região de Alecrim;
  4. CRAS V – Região Morada da Barra;
  5. CRAS V – Região 23 de Maio.

Funcionamento

Segunda a sexta-feira, das 8h às 17 horas.

Serviço de convivência e fortalecimento de vínculos - Idosos/Deficientes

A intervenção social é pautada nas características, interesses e demandas dessa faixa etária e considerar que a vivência em grupo, as experimentações artísticas, culturais, esportivas e de lazer e a valorização das experiências vividas constituem formas privilegiadas de expressão, interação e proteção social. As atividades são desenvolvidas nos CRAS do município, e nas redes socioassistenciais.