Vila Velha abriga primeiro Centro Integrado da Mulher


De: Secretaria de Defesa Social e trânsito, Secretaria de Gabinete
Texto: Lorena Meireles Giordina| Foto: Eduardo Ribeiro
Criado: 07 de julho de 2012

Vila Velha será, muito em breve, a primeira cidade do Espírito Santo a contar com o Centro Integrado da Mulher - CIM. "Há problemas que nós só vemos com o coração, as mulheres agora serão atendidas com mais agilidade e num local integrado onde elas encontrarão ajuda médica e judicial", foi dessa forma que o prefeito Neucimar Fraga, falou sobre o CIM.

Entre as convidadas, mulheres de todas as classes sociais e níveis de escolaridade aplaudiam a importante conquista. A assistente social do Instituto Isabruna Lopes de Carvalho afirmou a importância do CIM. "A mulher precisa de um amparo maior, é muito constrangedor para ela assumir essa violência, agora ela terá a discrição e a ajuda necessária ", contou.

"Nós cuidamos de crianças deficientes e carentes, e muitas mulheres mães dessas crianças aparecem por lá machucadas, ameaçadas, algumas são abandonadas pelos maridos, quando descobrem que as crianças são deficientes", contou a presidente coordenadora, Elza Custódio Conceição Lopes, do Instituto Coração da Criança.

Presente na cerimônia, a cabo da Polícia Militar Giovana Batista, que atua há 17 anos na corporação, contou que na rotina da PM, é comum a ocorrência de mulheres agredidas. "Esse atendimento integrado vai deixar a mulher mais à vontade, assim elas terão coragem de denunciar e procurar ajuda, pois não terão de fazer o caminho longo da denúncia e dos exames".

O CIM é uma parceria entre a Prefeitura e o Tribunal de Justiça  e funcionará no Edifício Central Park (Tijolinho), á Rua Cabo Aylson Simões, em frente à Praça Duque de Caxias, no Centro. No local, as mulheres vítimas de violência vão contar com atendimento médico, psicológico, assistência social, e todo atendimento jurídico necessário, como Vara da Mulher, Delegacia de Defesa da Mulher, Promotoria da Mulher e Defensoria Pública.

A pevisão é para que ainda este mes o Centro esteja funcinando, mas enquanto os trãmites legais não são finalizados para a efetivação do CIM, as mulheres podem procurar a subsecretaria de Políticas para as Mulheres, que funciona no mesmo prédio, sala 206. O telefone de contato é 3388-4216.  




SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO