Pague suas dívidas com descontos de até 100%
A Prefeitura de Vila Velha dá desconto para o pagamento à vista de dívidas relacionadas ao IPTU, ISSQN, ITBI e outros impostos. O contribuinte também pode parcelar suas dívidas em até 60 vezes. Clique aqui e saiba como.

Dicas para entrevistas de emprego, oratória, marketing pessoal, postura e etiqueta profissional. Esses são alguns dos temas abordados nas palestras que o Serviço de Proteção Básica, da Secretaria de Assistência Social (Semas), oferece para jovens que participam do Projeto de Apoio ao Adolescente Aprendiz. Orientados pelo psicólogo da Semas, Iranildo Ferreira de Araujo, os adolescentes esclarecem suas dúvidas sobre o mercado de trabalho e esperam causar boa impressão nas entrevistas de empregos.

Para o psicólogo, os resultados alcançados com o Adolescente Aprendiz em Vila Velha são positivos. “Na condição de aprendiz, o jovem tem a oportunidade de conseguir trabalho, ganhar experiência e aprender uma profissão. Mas é muito importante que o adolescente concilie o trabalho com os estudos, dando sempre prioridade à sua formação profissional”, destacou Iranildo.

Primeiro emprego

Bruna Pereira Alves, 15 anos, moradora de Jardim Colorado, está ansiosa para começar a trabalhar. “Para participar da capacitação me cadastrei no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) de Jardim Asteca. Gostei muito de tudo que aprendi. Fiquei atenta a todas as dicas. Agora sei como me comportar em uma entrevista de trabalho. Além disso, recebi informações sobre qualificação pessoal e profissional”, falou Bruna.

Muitos jovens buscam o primeiro emprego e, para isso, procuram apoio do projeto Adolescente Aprendiz, como é o caso de Jaiany Gonandi Rosa, 15 anos, moradora do bairro Jaburuna. “Pretendo começar a trabalhar para ajudar nas despesas de casa. Com o curso, sinto-me mais preparada para enfrentar o mercado”, ressaltou Jaiany.

Programa Adolescente Aprendiz

O objetivo do projeto é o de inserir alunos no mercado de trabalho, por meio de uma parceria com empresas privadas e públicas. Estudantes entre 14 e 16 anos e 11 meses cursando, no mínimo, o 9º ano do ensino fundamental, que ainda não participam do projeto, mas querem se inserir no Adolescente Aprendiz, devem fazer a inscrição em um dos CRAS de Vila Velha.

 

Endereços dos CRAS:

CRAS Região 2
Rua Açucena s/n, Bairro Jardim Asteca
Telefone: 3389-1132 / 9805-2076

CRAS Região 3
Rua Sebastião Gaiba, s/n, Bairro Vila Garrido
Telefone: 3359-7043 / 9746-8143

CRAS Região 4
Rua Raposo Tavares, s/n, Bairro  Alecrim
Telefone: 3366-2509 / 3369-8693 / 9746-3216

CRAS Região 5
Rodovia do Sol, 2295, Bairro 23 de Maio
Telefone: 3244-6853 / 9746-9076

CRAS Região 5
Estrada Ayrton Senna da Silva, Q–L4, Bairro Morada da Barra
Telefone: 3244-6853 / 9746-9076

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS