Defesa Civil
Em caso de emergência, entre em contato com a Defesa Civil pelos telefones 199 ou 99895-0100 ou com a Ouvidoria, pelo telefone 0800 283 9059.

A partir do próximo sábado (02) o valor da passagem dos ônibus municipais de Vila Velha passará de R$ 2,30 para R$ 2,45. O reajuste foi aprovado pelo Conselho Municipal de Transporte no mês de abril e representa um aumento de 6,52%, mesmo índice dado ao sistema Transcol.

 Inicialmente, a proposta da empresa Sanremo era de R$ 2,95, para cobrir os gastos com a planilha de custos, o que não foi aceito pelos membros do Conselho. O reajuste de 6,52% foi concedido em função do aumento de valores do veículo, mão de obra e manutenção do serviço, como combustível, pneus e peças, além do próprio desgaste dos veículos.

O secretário de Transporte e Trânsito de Vila Velha e presidente do Conselho Municipal de Transporte, Bruno Lorenzutti, explicou que o reajuste foi o menor possível para não pesar para a população. “No nosso entendimento, R$ 2,45 é um meio-termo, não poderíamos conceder mais para não ter muito impacto na vida do trabalhador. O dissídio coletivo de aumento do trabalhador foi de 10%, mas o reajuste foi menor”, pontuou.

Melhorias

A melhoria da qualidade do transporte coletivo oferecido aos usuários é uma preocupação constante da Semtran. Uma das ações é a renovação dos ônibus da frota. Quase metade da frota do sistema de transporte coletivo municipal da Sanremo já foi renovada. A expectativa é que até 2013 todos os ônibus já tenham sido substituídos, com a adaptação para acesso dos deficientes físicos. Atualmente, todos os coletivos já contam com câmeras de vídeo para combate à evasão e à violência.

Também já foram iniciadas as mudanças necessárias nos coletivos para a implantação do sistema de bilhetagem eletrônica para o recebimento da passagem em toda a frota da Viação Sanremo. A previsão é que todos os veículos estejam operando com o novo sistema ainda neste primeiro semestre.

Em Vila Velha, cerca de 30 mil usuários utilizam o transporte coletivo municipal diariamente. Pelo menos seis novas linhas para atendimento das comunidades foram criadas na atual gestão para adequação da demanda existente em bairros mais populosos.

MAIS NOTÍCIAS