Coronavírus: como os idosos podem se proteger


De: Secretaria de Saúde
Texto: Anna Carolina Branco| Foto: Divulgação
Criado: 25 de março de 2020

A Covid-19 se mostrou mais intensa em pessoas idosas, que costumam ser mais vulneráveis a doenças contagiosas, chegando a uma taxa de letalidade de 15% entre os pacientes que fazem parte desse grupo de risco.
 
Transmitido entre humanos, o vírus pode provocar infecções respiratórias graves e até levar o doente ao óbito. Por esse motivo, confira algumas dicas de como os mais velhos - e seus cuidadores - podem se proteger:
 
Precauções padrão:
  1. Manter doenças, como a diabetes, devidamente controlada.
  2. Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, esfregando os punhos e as unhas. E, se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool. Além disso, também é recomendado o uso de álcool em gel 70% após a higienização dos membros.
  3. Evitar tocar nas mucosas, como olhos, nariz e boca, com as mãos não lavadas.
  4. Não fazer uso de lenços de pano, somente os descartáveis e joga-los no lixo após o uso. O tecido pode abrigar o vírus por dias em sua superfície, contaminando a mão e aumentando as chances de contaminação, por isso é importante que os materiais sejam descartados imediatamente depois de usados.
  5. Evitar cumprimentar com beijos, abraços e aperto de mão.
  6. Restringir as idas ao hospital e, se possível, reduzindo-as para situações necessárias e que exijam deslocamento.
  7. Evitar contatos com pessoas doentes.
  8. Se possível, reduzir o contato com crianças ou redobrar os cuidados com a higiene caso não seja possível a diminuição da proximidade com os mais pequenos, lembrando-as sempre de lavar as mãos e não compartilhar copos ou talheres com as mesmas, já que os pequenos podem contrair o vírus e manterem-se assintomáticas.
  9. Evitar sair de casa se apresentar algum sintoma de gripe.
  10. Usar a parte interna do cotovelo ao tossir e espirrar.
 
Distanciamento social
Uma recomendação importante do Ministério da Saúde é o distanciamento social, que pode influenciar diretamente na redução dos casos da doença, sobretudo entre os idosos. Por isso, é ideal que se evite ambientes com aglomerações de pessoas, como supermercados, hospitais, templos religiosos, dentre outros.


SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO