Evite que a dengue se prolifere enquanto estiver viajando no Carnaval


De: Secretaria de Saúde
Texto: Marcelo Martins| Foto: Divulgação
Criado: 20 de fevereiro de 2020

Quem pretende viajar neste feriadão de Carnaval deve adotar alguns cuidados para evitar a proliferação de focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya, nas dependências de casa.

De acordo com a Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde de Vila Velha (Semsa) comprovam que 80% dos casos de dengue estão relacionados com focos existentes no interior dos imóveis, causados principalmente pelo acúmulo de água em recipientes de uso doméstico.
Saiba algumas dicas simples, fáceis e eficientes no combate à proliferação de mosquitos que podem contribuir na proteção de sua saúde e de vizinhos. E boa folia.
 
Medidas para prevenção da dengue:
 
- Limpar as calhas e lajes das casas. Se houver piscina, lembrar de deixar a água sempre tratada.
 
- Manter recipientes/locais de armazenamento de água, como caixas d’água, poços, latões e tambores, bem fechados.
 
- Guardar garrafas vazias de boca para baixo.
 
- Eliminar a água acumulada em plantas, como bambus, bananeiras, bromélias, gravatás, babosa, espada de São Jorge, dentre outras.
 
- Entregar pneus inutilizados para a equipe de limpeza pública, ou orientar a quem quiser conservá-los que o faça em locais protegidos da água da chuva.
 
- Verificar se existem pneus, latas ou qualquer outro objeto que possa acumular água nos terrenos baldios.
 
- Não deixe qualquer depósito de água aberto (ex.: potes, tambores, filtros, tanques e outros). Como o mosquito é bem pequeno, qualquer fresta, neste tipo de depósito, é suficiente para a fêmea conseguir colocar ovos e iniciar um novo ciclo.
 
- No caso de uso de pratos nos vasos de plantas, não deixar acumular água neles e nos xaxins. Coloque areia, preenchendo o prato até sua borda, ou lave-os antes de viajar com esponja ou bucha e sabão, para eliminar completamente os ovos do mosquito. Essa limpeza deve ser feita semanalmente.
 
- Não jogar lixo em terrenos baldios.
 
- Tampar as garrafas antes de colocá-las no lixo.
 
- Manter o lixo tampado e seco até seu recolhimento.
 
- Separar copos descartáveis, tampas de garrafas, latas, embalagens plásticas, enfim, tudo que possa acumular água. Fechar bem em sacos plásticos e colocar no lixo.
 
- O acondicionamento e o destino adequado do lixo são problemas que atingem toda a população, tanto nas áreas urbanas quanto nas rurais.


SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO