Cronograma do Fonplata é apresentado em Assembleia Popular desta segunda-feira


De: Secretaria de Gabinete
Texto: Peggy Maressa| Foto: Fabricio Lima
Criado: 11 de fevereiro de 2020

A vinda de uma equipe do Fundo de Desenvolvimento Fonplata e o cronograma do workshop para o início de obras do Programa de Requalificação Urbana em Vila Velha foram apresentados durante a tradicional Assembleia Popular, ocorrida nesta segunda-feira (10). O encontro com a comunidade foi realizado no Centro de Capacitação e Complementação (Titanic), na Praça Duque de Caxias, Centro.

 O prefeito Max Filho, ao lado do vice-prefeito Jorge Carreta, destacou que nos dias 29 e 30 de dezembro, o Executivo Municipal firmou contrato de financiamento no valor de U$ 27,6 milhões (mais de R$ 110 milhões) com o Fonplata, para investimentos em infraestrutura e melhorias ambientais em regiões da cidade.

“Serão obras em 30 bairros e mais a implantação de quatro parques na cidade”, frisou o prefeito, que ainda lembrou da primeira vez que assumiu a Prefeitura de Vila Velha, em 2000, e lutou para conseguir um financiamento para melhorias no bairro Dom João Batista.
 
“Quando assumi a Prefeitura, Vila Velha estava entre os 126 municípios brasileiros que iriam receber recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento, no programa Habitar Brasil. Antes da minha posse, o antigo prefeito assinou um convênio em que Vila Velha estava renunciando o programa Habitar Brasil. Eu só descobri isso depois de quase três meses na Prefeitura e fiquei sem chão. Na época, Max Mauro era deputado federal e reunimos os deputados”, contou.

O prefeito ainda acrescentou que, depois de muita luta, conseguiu, junto com a comunidade, reaver os recursos. “Dos 126 municípios que estavam contemplados no Habitar Brasil, apenas 20 executaram as obras. E dentro destes, Vila Velha foi contemplado. E foi na raça”, ressaltou. Assim, “o programa do Fonplata não é o projeto do prefeito Max Filho, tem que ser um projeto da cidade de Vila Velha”, afirmou o prefeito.

O secretário municipal de Planejamento e Projetos Estratégicos (Sempla), Ricardo Ferreira dos Santos, apresentou o cronograma de trabalho conjunto entre a instituição financeira e o município. “O contrato de financiamento vinha sendo trabalhado desde junho de 2017. Levamos 30 meses para conseguir realizar esta importante operação de crédito, envolvendo pavimentação, drenagem vias, abrigo de ônibus, calçadas, ciclovias e outras melhorias urbanas, além dos parques”.

O presidente do Centro Comunitário de Santa Paula I, Adir Barbosa, utilizou a tribuna para vibrar com obras para o bairro. “Minha comunidade de Santa Paulo I tem mais de 30 anos e nunca em nenhuma gestão contemplou com nenhuma obra nessa magnitude. Os moradores estão ansiosos e felizes em saber que seremos contemplados já de início em seis ruas, com drenagem e pavimentação em nossa comunidade que vai melhorar a qualidade de vida do nosso povo”, contou.
Como de costume, durante a reunião, outros moradores e lideranças comunitárias de vários bairros de Vila Velha registraram suas demandas.


SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO