Recurso de financiamento externo contemplará o meio ambiente

De: Secretaria de Meio Ambiente
Texto: Rovena Cruz| Foto: Claudiano Gomes
Criado: 06 de julho de 2018
O “Junho Verde” encerrou com boas novas para as áreas de conservação e parques de Vila Velha. A Prefeitura iniciou o processo de negociação para a liberação de financiamento internacional da ordem de US$ 34 milhões (o equivalente a R$ 126 milhões) da instituição financeira latino-americano Fonplata.

O investimento possibilitará a requalificação urbana e melhorias ambientais com obras de infraestrutura, implantação e recuperação dos parques municipais.

Para o secretário municipal de Meio Ambiente (Semma), José Vicente de Sá Pimentel, o investimento vai acelerar projetos como o Parque Urbano do Marista. “É um pulmão verde no centro de Vila Velha, e parece ter vocação para um centro municipal de educação ambiental, além, naturalmente, de lazer e esporte de aventura”.

Serão feitos investimentos também no Parque do Penedo com obras de construção de um píer e passarelas. Além disso, o local é uma unidade de cooperação do esporte de aventura e uma atração turística importante do município.

Já no Parque Municipal Morro da Mantegueira, a ideia é implantar portais de acesso, centro de visitante, recuperação das trilhas e áreas degradadas, um mirante e área de manejo.

Outras áreas serão beneficiadas como a Lagoa Grande que será cercada para maior segurança e melhoramento do acesso por parte da população. Em todos os projetos a ordem é organizar, implantar e proteger de invasões.

O canal de Guaranhuns vai ganhar um parque linear; as duas margens terão um grande jardim e ciclovia ao longo de toda a via. “Isso vai valorizar muito a área. A Vila Velha do futuro investe no meio ambiente e ganha economicamente”, completou o secretário.

SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO