Prefeitura vai implantar o “Cerco eletrônico” na cidade

De: Secretaria de Prevenção, Combate à Violência e Trânsito
Texto: Vandique Magalhães| Foto: Felix Falcão
Criado: 07 de junho de 2018

A Prefeitura de Vila Velha vai implantar o projeto do “Cerco eletrônico” no município. Em entrevista na manhã desta quinta-feira (7) ao programa Bom dia Espírito Santo, da TV Gazeta, o secretário de Defesa Social e Trânsito, Oberacy Emmerich Júnior, confirmou a implantação do projeto na cidade. Emmerich disse, ainda, que o município aguarda apenas a aprovação do Legislativo Municipal para iniciar o processo de aquisição dos equipamentos.

“O projeto é fundamental e muito importante para a nossa cidade. Por isso, pretendemos implantá-lo o mais rápido possível”, destacou o prefeito Max Filho, na Assembleia Popular realizada na última segunda-feira (4).

O “Cerco eletrônico” consiste em um projeto que prevê a instalação de, pelo menos, 40 câmeras fixas com capacidade de captar imagens em alta resolução em mais de 20 pontos estratégicos e também nas entradas e saídas da cidade. Para viabilizá-lo, a Prefeitura investirá R$ 500 mil em câmeras e equipamentos.

O recurso, proveniente de um convênio com a Petrobras Distribuidora, é um saldo de uma verba de mais de R$ 3 milhões - parte já utilizada na modernização do Centro de Operações de Vila Velha. No acordo, o município faz a concessão de um terreno para a instalação de uma estação redutora de gás natural e, em contrapartida, a Petrobras libera os recursos para aquisição de 40 câmeras HD, com visão noturna e identificador de placas, para implantação do “Cerco eletrônico”.

Na segunda-feira (5), representantes dos conselhos interativos de segurança de 50 bairros manifestaram apoio ao projeto e pediram celeridade na sua implantação. Oberacy Emmerich Júnior esclareceu que “o cerco permite a identificação de veículos com qualquer restrição de furto ou de roubo e o acionamento imediato dos recursos operacionais para a sua apreensão”. 


SERVIÇOS PARA