Desde a noite do último domingo (20), quando uma pedra de aproximadamente duas toneladas rolou sobre a linha do trem no bairro Cobi de Baixo, a Prefeitura de Vila Velha mobilizou sua estrutura para atender a comunidade. Não houve vítimas, mas a Defesa Civil, Guarda Municipal e Assistência Social estão acompanhando o andamento do caso.
 
A Prefeitura enviou uma equipe da Defesa Civil do município até o local para averiguar as causas do acidente. Devido ao impacto da pedra, um prédio teve a sua estrutura abalada, e duas casas foram interditadas por medida de precaução. As famílias tiveram autorização da Defesa Civil para retirar alguns pertences como documentos e roupas.
 
De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Vila Velha, Augusto Bandeira Filho, uma equipe de emergência da Ferrovia Centro Atlântida (FCA), vinda de Cachoeiro de Itapemirim, chega nesta segunda-feira (20) para realizar uma vistoria e avaliar a situação do local. A equipe da FCA vai elaborar um plano para retirada da pedra. 
 
A Guarda Municipal organizou o trânsito e o acesso ao local e assistentes sociais da prefeitura cadastraram familiares que optaram por sair de casa e ficar, por enquanto, na casa de parentes e amigos. Por ora, a rua continuará interditada para o trânsito local. 
 
A Defesa Civil está avaliando a situação no local e também por meio de fotografias feitas por moradores antes da pedra rolar. 

MAIS NOTÍCIAS