Empreendedora vila-velhense recebe Prêmio Sebrae Mulher de Negócios


De: Secretaria de Desenvolvimento Econômico
Texto: Simone Diniz| Foto: Marcos Júnior
Criado: 29 de abril de 2014

“Dedico este prêmio a todos que me apoiaram.  Em especial dedico o prêmio aos meus vizinhos e à Prefeitura de Vila Velha que por meio de seus servidores colaboraram para a formalização e regularização do meu negócio”. É desta forma que a microempreendedora Regina Célia Oliveira, vencedora do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2013, define o seu reconhecimento nacional.

Regina reside no bairro Olaria em Vila Velha e é um exemplo de que é possível fazer de um limão uma limonada. Proprietária da fábrica Sabão Lele, produz mensalmente 200 litros de sabão ecológico que tem como base o óleo de cozinha usado. Comercializa o produto para empresas locais como também para empresas fora do estado. “Isto tudo porque formalizei meu negócio, fui atrás de meu sonho e hoje com nota fiscal posso vender nossos produtos para um número muito maior de clientes”, explica.

A empreendedora conta que tudo começou quando em um período de dificuldade econômica recebeu de uma vizinha a receita de sabão. Quando preparou o produto, ele rendeu muito e assim ela o distribuiu para os amigos. “O pessoal gostou tanto que  me incentivou a comercializar”. Regina lembra que na época enviou uma carta para a Prefeitura pedindo orientação e foi muito bem atendida. “A equipe da PMVV me orientou e hoje sou Empreendedora Individual e tenho licenciamento ambiental, o que qualifica meu trabalho”.

Sempre buscando um diferencial, Regina utiliza ingredientes naturais como hortelã e limão para aromatizar o produto além do uso de etanol na receita, o que torna o sabão ainda mais eficiente para limpeza pesada. “Procuro sempre qualificar ainda mais o produto ouvindo meus clientes e buscando a inovação mantendo sempre a qualidade”.

Atualmente Regina produz sabão, em barra e em pasta e os preços variam de R$ 8,00 a R$ 25,00. Informações www.sabaolele.com.br.

Microempreendedor - A Prefeitura de Vila Velha mantém um guichê exclusivo do Centro do Empreendedor, para atendimento ao público. Para se registrar como um microempreendedor, a pessoa deve levar o número do CNPJ e também o número do CPF e a data de nascimento.
Para as pessoas que ainda não possuem o número do CNPJ, é preciso levar os seguintes documentos: RG, CPF, título de eleitor, número de declaração do Imposto de Renda, comprovante residencial e comercial, carnê do IPTU e um croqui (mapa de localização do empreendimento).
 
A pessoa que se formaliza como microempreendedora paga uma taxa mensal de, no máximo, R$ 43. “’A grande vantagem de ser um empreendedor formalizado é que a pessoa tem todos os benefícios, como auxílio-doença e auxílio-maternidade”, explica o coordenador do Centro do Empreendedor, Felipe Mulin.  O guichê do Centro do Empreendedor funciona de segunda a sexta, das 9h às 17 horas.
 
 


 
 


SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO